Horário de atendimento:
seg. à sex. das 12h às 18h

Perguntas Frequentes

1 - Como se dá o desconto previdenciário do servidor aposentado?

O aposentado deve contribuir com 11% sobre a parcela excedente ao teto RGPS/INSS, hoje fixado em R$ 4.390,24 . O aposentado por incapacidade deve contribuir com 11% sobre a parcela excedente ao dobro do teto do INSS, atualmente fixado em R$ 8.780,48.

 

2 - Trabalhei de carteira assinada por um período de minha vida, agora sou servidor público concursado, como faço para me aposentar contando esse tempo?

Preliminarmente, deverá dirigir-se ao INSS próximo à sua residência e solicitar uma Certidão de Tempo de Contribuição àquele Instituto, referente ao período que consta na CTPS ; de posse da Certidão deverá ir ao Protocolo o IPASMA, abrir um processo solicitando averbação desse tempo, contribuído, que fará parte do seu processo de aposentadoria.

 

3 - Porque devo contribuir com 11% do meu salário para o IPASMA?

De acordo com a emenda Constitucional nº 20/98, o sistema passou a ser contributivo. Os servidores públicos estatutários são obrigados a contribuir com a liquota mínima de 11% sobre a sua remuneração efetiva, para o custeio dos beneficios previdenciários: aposentadoria, pensão e auxilio reclusão.

 

4 - Um servidor público aposentado por invalidez no município, pode trabalhar de carteira assinada, filiado ao INSS?

Não. Quando um servidor se aposenta por invalidez, pressupõe-se que esse servidor é inválido para o trabalho em qualquer regime de previdência. Se esse servidor quiser voltar a trabalhar em outro regime de previdência e o teste admissional considerá-lo apto, terá que ter a aposentadoria por invalidez cancelada.

R. Ademir Prando Lorenzuti, 146, B. Cohab II, Aracruz/ES

(27) 3256-1092
(27) 3256-3842

© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.

ipasma@ipasma.es.gov.br

Produzido por: